3 de agosto de 2010

I Caminhada da Partilha - Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Depois desse mês tão maravilhoso de visita às casas dos paroquianos, de leitura e reflexão bíblica sobre o dom da partilha, depois de tanto aprender e transmitir o que realmente significa o Dízimo, coroamos nosso mês missionário com uma linda e animada caminhada, a Caminhada da Partilha.Partilhamos cada passo, assim como partilhamos cada palavra e cada opinião durante esse mês todo nas casas das pessoas. É na missão que aprendemos o quanto é grandioso fazer parte de uma comunidade e quanto somos responsáveis pelo nome de Jesus ser levado e ser compreendido por tantos e tantos lugares."Não devemos ser católicos de banco de igreja, devemos ser católicos de rua", algum padre disse isso uma vez. Foi mais que uma manifestação da nossa igreja, foi uma expressão de nossa fé: é caminhando e fazendo barulho que dizemos que não temos vergonha de sermos filhos de quem somos..."Ninguém é tão pobre que não tenha nada para oferecer, ninguém é tão rico que não tenha nada para receber", um outro padre disse isso. É preciso agradecer o que recebemos e nos alegrarmos com o que damos. É muito além do dinheiro, é, na verdade, o que o gesto de partilhar do pouco que temos simboliza e o que esse pouco se transforma quando, unidos, doamos a nós mesmos...O Frei Clemílson diz uma coisa interessante: "Às vezes pensamos que o dízimo é uma coisa distante, que está lá no outro mundo. Mas ele tá do nosso lado, às vezes até mesmo dentro de cada um de nós". Entender o que é dízimo é tão fácil como entender porque esse povo estava todo reunido. Seguimos um refrãzinho do tempo de minha avó: "A Bíblia nos ensina: 'Povo santo caminhai. Caminhai, caminhai para a casa de Deus Pai!'".
É na esperança de um dia estarmos nessa mesma festa lá no céu e, principalmente, no desejo de ver nossa comunidade mais humana e mais fraterna que caminhamos com tanto entusiasmo e que fizemos tanto barulho.
Parabéns a todos os que organizaram, que apoiaram e aos que caminharam. E, por fim, parabéns àqueles que acolheram e que sentem agora a vontade de se juntar nessa missão.

Um comentário:

  1. Texto muito bom Riva! Pena que não fui pra essa caminhada... :/

    ResponderExcluir