18 de março de 2011

De Passagem...

"Nossa, quanta teia de aranha!". Foi a primeira coisa que disse quando o log in do blogger terminou. Mas ainda vai criar um pouquinho mais de teia de aranha, de poeira... Vim só assoprar, ainda não vou "basculhar"!

Estou só dando um "oi" a meu blog e as minhas seguidoras, que aumentaram. A propósito, eu tô é bem: só mulher me seguindo. Será sorte na internet, azar fora dela? Com certeza não, todas essas fulanas (até uma fulana mineira) fazem mesmo parte do meu cotidiano ou do meu pensamento.

Desde minha última postagem muita coisa aconteceu e continua acontecendo neste negócio que chamam de Terra: briga no Egito, na Líbia, tragédia no Japão, palhaçadas em Brasília (isso é sempre, mas tinha que falar da Jaqueline Roriz), palhaç
ada no Piauí (não é mesmo, secretário Átila?), morte de gigantes (Moacyr Scliar, Arnaud Rodrigues, John Herbert, Charles Jarrott...), viajei, meus crismandos se crismaram e tantas outras coisas.

De todas as coisas que aconteceram, nessa postagem esporádica de hoje, quero falar apenas de como tenho andado: bem, graças a Deus! Vivendo, am
ando, sorrindo, cantando, não dançando... pois vou indo, escapando.

Estou longe da internet e do telefone também. Falta de dinheiro e vontade mesmo de remar contra corrente. Tô experimentando o sabor da relação o
lho no olho, me distanciando da relação à distância... muito melhor, afirmo!

Continuo lendo um livro por semana e uma crônica por dia, ouvindo pelo menos uma música nova a cada pôr do sol e continuo brigando com o resto da
minha espécie: eu não vou ficar doido de tanto estudar e de tanto brigar pelo futuro que talvez não venha. Ando mais interessado em andar do que planejar.

Pra ir embora, quero só mandar um beijo a minha irmã, mais nova blogueira, assim como Ilana (continue assim, teu blog tá show de bola), Denise (que par
ece que já excluiu a sua conta) e a uma Ana Guedes que me roubou uma imagem num dia desses em que estive longe...

A Amanda, Ana, Camila e a quem tiver o costume raro de passar a vista por estas singelas páginas, meu abraço carinhoso e meus parabéns pela paciência!

Vou voltar à minha inatividade cibernética, porém à voracidade da minha rotina intensa: rotina de vida e de amor. Só isso e nada mais!:D

Fui, pois vim só dar um oi...


2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. tenho que dizer que ao ver a atualização do post quase dei pulos de alegria aqui na cadeira ;] por um momento pensei que tinha acabado sua "inatividade cibernética", mais infelizmente não. De fato concordo com uma coisa dentre todas nas quais você fala, ta faltando eu e você ter novamente "relação olho no olho" rs ;) bom estou tbm aqui só dando um Oi* e dizer que faz falta sua presença nesse mundinho virtual! Ah, e a propósito você elogia-me no post, mais ñ segue devolta né!? rs, é isso aê Rivanilso Silva --'

    ResponderExcluir